Museu L’orangerie

Mesmo não sendo tão conhecido como o Louvre ou o D’orsay, vale a pena fazer uma visita ao Museu  L’Orangerie.  Com uma galeria de arte impressionista e pós-impressionista, o local abriga obras de Paul Cezanne, Henri Matisse, Modigliani, Picasso, Renoir e as Nympheas de Claude Monet.

E, além das obras, a arquitetura do lugar já vale a visita. A galeria fica na antiga estufa do Palácio das Tulheiras – que no passado foi uma fábrica de telhas, e posteriormente transformado em residência real de vários soberanos, incluindo Napoleão Bonaparte.

Nos Jardins das Tulheiras, espaço verde (de estilo francês), simétrico e cheio de estátuas ornamentais.

Onde: Jardin des Tuileries, 75001 Paris.

 

Para maiores informações ou reservas, clique aqui

Museu Carnavalet

Hoje a dica é de museu, um que não é muito conhecido, mas, que a visita vale muito a pena. É o Museu Carnavalet, ele foi construído em um palácio do século 16, e fica em um dos bairros mais charmosos de Paris, o Marais. O museu conta a história de Paris desde a pré-história até o século 20.

Pra quem gosta da história de Revolução Francesa o museu é um prato cheio, lá fizeram uma reprodução do quarto onde ficou presa a Rainha Maria Antonieta. E também conta com uma maquete da prisão da Bastilha.

Um detalhe importante é que a entrada para as exposições permanentes são gratuitas. E depois é dar uma voltinha no Marais que sempre tem algo de novo ou interessante para se ver.

Onde: 23 Rue de Sévigné, 75003

Para maiores informações ou reservas, clique aqui